04. Registradores

2 minute read Published: 2015-12-22

Essa é a parte que o VIM fica melhor que os outros editores.

No capítulo anterior eu mencionei que o VIM tem uma área de transferência própria e que ela não se comunica diretamente com a área de transferência do sistema operacional, apenas através de registradores.

A forma mais simples de pensar em registradores é: são marcadores para áreas de transferência com nomes1.

Para acessar os registradores, você deve usar "{nome do registrador}, onde {nome do registrador} é uma letra apenas. Assim, para copiar texto para um registrador, é utilizado "{registrador}y{movimento}; para retirar depois este texto do registrador, é utilizado "{registrador}p.

Enquanto você estava vendo yank'n'paste do VIM, o VIM estava guardando o texto numa área de transferência apontanda pelo "registrador sem nome". E eu não estou brincando aqui: O próprio help do VIM chama este registrador de "registrador sem nome". A letra do registrador sem nome é " (ou seja, ""yy e yy ambos irão copiar a linha atual para o registrador sem nome).

Números são registradores especiais. 0 contém o último texto copiado para área de transferência; de 1 a 9 ficam os textos excluídos, em forma de pilha (o mais recente no registrador 1, o anterior a este no 2 e assim por diante; e quando mais texto é excluído, o conteúdo vai para o registrador 1, o conteúdo do registrador 1 vai para o registrador 2 e assim por diante).

- é um registrador que guarda qualquer coisa excluída que for menor que uma linha inteira.

Registradores com letras de "a" a "z" funcionam exatamente como esperado: "ayy irá copiar a linha atual para o registrador "a" enquanto que "bp irá colar o conteúdo do registrador b.

Note que até agora eu chamei os registradores normais com minúsculas. O motivo é que, ao copiar algo para um registrador, o conteúdo anterior é removido, a não ser que você passe o nome do registrado em maiúsculas. Neste caso, o conteúdo movido para a área de transferência do registrador é adicionado ao conteúdo já existente. Assim, você pode copiar linhas não-contíguas usando "ayy para a primeira linha, "Ayy para as demais e depois colar com "ap (para o paste não há diferença entre maiúsculas e minúsculas).

Outros registradores especiais são:

=

Registrador de expressões. Você pode entrar fórmulas e depois colar o resultado no conteúdo com p. Uma coisa a cuidar aqui é que não é possível fazer "=p; o VIM irá imediatamente abrir espaço para entrar a fórmula ao digitar "=; ainda, o conteúdo é perdido se depois de digitar a fórmula você utilizar qualquer comando que não seja p (incluindo os comandos de movimentação).

_

Registrador "buraco negro" (de novo, eu não estou brincando, o help do VIM chama esse registrador de "buraco negro"). Qualquer coisa enviada para este registrador é perdida; paste deste registrador retorna nada. Útil quando você quer excluir algum texto sem mexer no registrador sem nome.

+

Registrador da área de transferência do sistema operacional. Somente disponível para aplicações GUI, já que estas tem acesso direto ao sistema (no caso do VIM console em Linux, o "sistema operacional" seria o próprio shell, que não tem uma área de transferência -- se você pensar nas bibliotecas envolvidas, a coisa faz sentido).

1 Registradores também são usados para outras coisas, mas veremos isso mais pra frente.

<< Recortar, Copiar e Colar
 
Marcadores >>